Para diminuir casos de doenças causadas pelo Aedes, ACEs realizam pulverizações na cidade

 

Para eliminar a incidência de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti, a Secretaria de Saúde, por meio da Zoonoses, têm realizado constante vigilância nos bairros da cidade.

Na tarde de quinta-feira (14), o Imperatriz recebeu a visita dos agentes de combate a endemias (ACEs), que, por meio de bomba de ultra baixo volume costal (UBV), realizaram pulverizações nos locais onde podem haver mais incidência do vetor, como depósitos de pneus, entre outros.

A ação é necessária para combater o Aedes aegypti, causador de algumas arboviroses.

Relacionado com o dia D – dia nacional de combate às arboviroses, em 7 de dezembro houve mutirão de limpeza no bairro Vale Verde. Já no dia 10 (domingo), ocorreu panfletagem durante evento realizado no fim de semana.

 

Arboviroses

As arboviroses são doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengueZika vírusfebre chikungunya e febre amarela. Atualmente, existem 545 espécies de arbovírus, sendo que 150 delas causam doenças em seres humanos. Apesar de a classificação arbovirose ser utilizada para classificar diversos tipos de vírus, a expressão tem sido mais usada para designar as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

 

Dados

Em 2017, de janeiro a outubro, foram notificados 188 casos de dengue, sendo confirmados sete.