O estudante Iuri Aparecido Faria Batista, de apenas 11 anos, recebeu da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB), a medalha de prata pela classificação na 20ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica - considerada uma das maiores competições da educação básica brasileira.

Pontuado com nota 9.8, o aluno do  5º ano estuda na Escola Municipal “Hipólito José de Faria”, localizada no distrito de Sítio Novo, a qual acumula oito medalhas, sendo três de prata e cinco de bronze.

Este ano, todos os alunos do 1º ao 5º ano da instituição de ensino foram inscritos na competição e receberam certificação de participação, juntamente com seus respectivos professores.

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA)

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), desenvolvida pelo Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é dividida em três níveis de classificação, sendo o 1º nível representado pelas turmas de 1º ao 3º ano, o 2º nível pelas turmas de 4º e 5º ano, e o 3º nível pelas turmas de 6º ao 9º ano.

Ao todo foram classificados mais de 46 mil medalhistas em todo o território nacional. Dos 660 mil participantes, a Escola Municipal “Hipólito José de Faria” foi, portanto, mais uma vez representada e premiada na competição.